3 formas de motivar as crianças nas aulas de violão

Inscreva-se para saber dos novos conteúdos, assim que sejam publicados.

Compartilhe este Post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Motivar as crianças nas aulas de violão não é fácil, mas uma ótima maneira de pensar em como fazê-lo é lembrar de quando você mesmo começou (seja criança ou já mais velho)! Embora alguns de nós possam ter tido mais ou menos dificuldade no início do aprendizado, não podemos negar que todos tivemos que desbravar este mesmo território, deparando-nos com obstáculos que, de início, podem até ter parecido intransponíveis. No entanto, chegamos aqui, e chegamos ao ponto de poder dizer “eu sei tocar violão”, e, tão grande é o amor que o instrumento nos evoca, acabamos decidindo ensinar!

Mas ensinar não é tão fácil, não é mesmo? É necessário, acima de tudo, ter uma espécie de feeling, que lhe dê a segurança de saber a hora certa de introduzir cada assunto, a velocidade mais adequada, o momento de passar de uma música a outra e por aí em diante. Esse feeling, no entanto, não nasce como num passe de mágica, mas vai surgindo conforme ganhamos experiência e noção do que funciona e não funciona.

E entre o que funciona e não funciona, não podemos esquecer da motivação, um elemento fundamental para a boa aula!
Sem motivação, seu aluno não conseguirá tocar nem aquilo que ele tem condições de tocar, já que faltará o ânimo mínimo para praticar, imagine então se será possível progredir no aprendizado! Sem motivação, nem sequer a música faz sentido, porque a música é expressão de afeto, e o afeto que ela manifesta deve nascer do espírito.

Pensando nisso, mostraremos a seguir 3 formas de motivar as crianças nas aulas de violão. Partamos então para a primeira delas:

motivar crianças aula violão
Motivar as crianças nas aulas de violão não é fácil, mas é possível!

1) As primeiras músicas não devem ser desafiadoras

Pense bem, o que nasce primeiro, a vontade ou a disciplina? Se você disse “vontade”, saiba que está certo(a), pois a disciplina não passa da organização de um plano cujo fim é a concretização de uma vontade. Isto é, enquanto que a vontade sem disciplina é incompleta, a disciplina sem vontade sequer tem propósito. Devemos, portanto, no início do aprendizado e nas primeiras aulas, alimentar o desejo do aluno de aprender violão. Tendo esse desejo, tudo fluirá melhor, já que ele ficará mais proativo e sua inteligência se abrirá mais ao que o professor disser.

2) Deixar a criança tocar o que ela já sabe

Embora seja importante apresentar desafios na aula de violão, recheá-la só com eles tornará a experiência chata e frustrante. Isto porque, no caso de um desafio, a sensação de sucesso é muito mais rara e difícil, e isto fará com que seu aluno não se sinta recompensado. Ao invés disso, dê um espaço, em todas aulas, para que o seu aluno toque aquilo que ele já sabe. E claro, além do poder que isso tem de mantê-lo motivado, também será uma excelente oportunidade para refinar quesitos técnicos já antes trabalhados. 

3) Usar histórias para ensinar

Não devemos menosprezar o poder que as histórias têm na nossa vida. Contar histórias talvez seja a melhor maneira de transmitir um ensinamento, e, não à toa, foi sobre elas que a cultura humana se fundou (independentemente de localização ou cultura, uma das coisas que todos os povos antigos tinham era uma mitologia, ou seja, um corpo de histórias que explicasse, ensinasse e desse sentido à vida deles). A história provoca emoções, e o que faz com que nos lembremos das coisas são justamente as emoções que provocam em nós! Portanto, pense em histórias, sejam elas possíveis ou mirabolantes, para explicar até mesmo conceitos mais simples aos seus alunos. Assim, eles prestarão mais atenção na aula e se lembrarão do que você disser!

Quer desenvolver sua didática no violão e se tornar um professor melhor, que consiga motivar as crianças na aula de violão? Conheça o curso PROVIC, do site Amigo Violão! Com este curso, você se tornará capaz de utilizar um método já usado em todo o país, minuciosamente preparado por Ricardo Novais, a fim de atender aos desafios do ensino de violão para crianças.

Quer saber mais? Clique aqui!

Posts relacionados no Amigo Violão:

Você quer aprender violão de forma afetiva, de acordo com sua capacidade?

Veja nossos cursos: