Desenvolvimento da Criança: Por que a Música é importante?

Se você tem crianças em casa, sabe o quanto a fase de amadurecimento delas é importante não é? A escola, o ambiente familiar e social, tudo isso influencia no desenvolvimento da criança de forma única. Apesar de todas essas influências existem outros fatores que podem ajudar nesse período tão importante e que a garotada sempre adora: A música. Sim, ela possui uma série de benefícios para que seu filho(a) se desenvolva melhor, tanto no que diz respeito à parte emocional, quanto à parte física. Descubra abaixo as diversas formas como a música pode ajudar no desenvolvimento das crianças.

A música e os sentidos:

Sabe aquelas pessoas que têm muita facilidade para imitar outras? Seja no sotaque, no jeito de falar ou até mesmo andar? Isso não é só um dom, são pessoas que muito provavelmente trabalharam bem os sentidos e a percepção desde a infância.

Uma atividade dessas requer um bom ouvido, desenvoltura corporal e principalmente percepção e observação. Os psicólogos sabem o quanto nós denunciamos de nossos pensamentos e sentimentos apenas pela forma de nos movimentarmos por exemplo. Tudo isso pode ser trabalhado durante as etapas de desenvolvimento da criança, e é muito importante para ela.

Mas fique atento. Esta linguagem não é ensinada diretamente na escola regular. Existem outras formas que contribuem para esse desenvolvimento e a música é uma das melhores delas. Bons exemplos disso são os humoristas Marcelo Adnet , Rafael InfanteAry Toledo e Tom Cavalcante.Pode parecer engraçado estes exemplos aqui, afinal estamos falando de música, mas o fato é que esses são humoristas com ótima capacidade de percepção dos jeitos e personalidades das pessoas que imitam, são capazes de adaptar seus corpos, vozes e ações com mais destreza e ao mesmo tempo todos eles têm um talento musical bastante desenvolvido.

Os cinco sentidos, audição, visão, tato, olfato e paladar são trabalhados incessantemente, quer queiramos ou não, principalmente em nossa fase de desenvolvimento na infância. O papel da escola é dar consciência no uso destes sentidos, junto com o senso moral que isso envolve e a música contribui muito para esse processo.

 

A percepção musical para o desenvolvimento da criança.

A prática da música, seja com finalidade profissionalizante ou na iniciação infantil visa sempre melhorar a percepção musical. Por percepção musical entende-se todo e qualquer domínio da arte do som, que o torne mais concreto. Em outras palavras, o som é uma matéria intangível. Está no ar, pode ser sentido, mas a sua manipulação ocorre por meios indiretos, seja no instrumento ou mais indiretamente, através da escrita.

movimentação corporal é o caminho mais direto e concreto para se perceber e dominar a música. Por isso a aula de música envolve atividades em pé, andando, desenhando, extraindo sons de diversas formas tradicionais ou não e uma infinidade de possibilidades onde o movimento esteja presente.

No desenvolvimento da criança, isso trás benefícios que vão além do sensorial, tais como:

– Desenvolvimento do senso crítico;

– Percepção e nomeação de sentimentos;

– Articulação entre o “eu” e o “outro”, através da escuta.

Quando usamos a visão, a audição e o tato simultaneamente, criamos percepções mais complexas, e a construção do conhecimento musical ocorre de forma mais fluída. Dessa forma a criança lida com os cinco sentidos e também com o sexto sentido, um lado de nós, quiçá espiritual. Se você já ficou emocionado ouvindo música alguma vez, eis a prova do que estou dizendo.

 

Concentração e disciplina através da música

Eu era um jovem bem cheio de energia mas nem sempre bem canalizada. Adorava começar muitas coisas, mas não sabia terminar. Meus pais tinham dificuldade com isso.

O fato é que ao aprender a organizar o tempo musical eu adquiri uma serenidade maior e esta serenidade tornava meu aprendizado musical e na escola mais propício. É um ciclo que auxilia o equilíbrio pessoal e organização mental. Para mim, foi o início de uma fase muito positiva, que vejo como de grande impacto até hoje, quase 20 anos depois.

Criança concentrada aprendendo a tocar piano - Três Amigos Ead

De todos os elementos que compõe a música, me arrisco em dizer que o mais importante, o primeiro e último, é o Tempo. É incrível o poder que a percepção de tempo tem sobre todas as demais percepções que envolvem a música. E neste aspecto, tão singelo, mora a causa de tamanha eficácia do uso da música no desenvolvimento da criança e também de adultos.

 

O que antes se aprendia brincando na rua, a música ainda pode ensinar.

As crianças antigamente tinham mais hábito de brincar na rua, e com isso desenvolviam um traquejo para coisas como subir em árvore, jogar amarelinha, jogar bola, pular o muro do vizinho. Ops, nada exemplar! Mas o ganho disso tudo é a desenvoltura e até uma certa dose de malandragem saudável para levar a vida.

O que a música ensina, dentre outras coisas que já foram mencionadas, está muito no campo destas atividades. Através do som a autoexpressão se aprimora, e junto com ela um sentido de autovalorização e pertencimento. Além dos benefícios já expostos acima, veja uma lista de benefícios sensoriais que a música traz no desenvolvimento da criança:

– Coordenação Motora

– Visão espacial

– Conhecimento do próprio corpo

– Memória

– Disciplina

E olha que tem muito mais. Caso você tenha alguma dúvida ou questionamento sobre a importância da música no desenvolvimento da criança deixe um comentário. Sua pergunta respondida pode ajudar outros pais e para nós, da Três Amigos, é sempre bom ajudar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu