Um ponto muito importante e que muitos violonistas e guitarristas ignoram é o aquecimento de dedos antes de tocar.
Aquecer os dedos antes de tocar
previne possíveis lesões e permite que o dedo vá adquirindo uma flexibilidade maior com o tempo. Nesta aula em texto, vou lhe mostrar alguns exercícios que é importante que você incorpore nos seus estudos regulares de violão.

 

Exercício 1 :

aquecimento-de-dedos-1

Nesse exercício, você deve basicamente tocar as 4 primeiras casas de cada corda, partindo da Mizona e indo até a corda Sol. Por enquanto, o movimento é cromático em cada corda, ou seja, o dedo irá se mover uma casa por vez.

É importante que você associe cada dedo a uma casa, e isso se aplicará, não apenas a esse exercício, mas a todos que irei lhe passar. Dessa forma, o dedo 1 sempre irá tocar a casa 1, o dedo 2 sempre irá tocar a casa 2, o dedo 3 na casa 3 e o dedo 4 na casa 4 (independentemente da ordem).

OBS : Toque sempre em uma velocidade confortável e respeitando seus limites (cada nota deve soar perfeita antes de tocar a próxima).

 

Exercício 2 :

aquecimento-de-dedos-2

Nesse exercício, o fundamento continua o mesmo, porém o movimento é inverso. Ao invés de tocar progredindo as casas sempre para o lado do corpo do violão, toque fazendo o movimento contrário.
Nessa ordem : Dedo 4 na casa 4, dedo 3 na casa 3, dedo 2 na casa 2, dedo 1 na casa 1, começando da corda mizinha e subindo de corda a cada sequência de 4.

Este exercício é mais difícil do que o 1, então consiga executar o primeiro perfeitamente antes de passar para o segundo.
Uma dica para conseguir tocar melhor esses
movimentos cromáticos descendentes, é primeiramente posicionar os 4 dedos em suas respectivas casas e ir soltando cada um por vez.

 

Exercício 3 :

aquecimento-de-dedos-3

O terceiro exercício é uma mistura do exercício 1 e 2 (já que apresenta tanto movimentos ascendentes quanto descendentes), portanto é fundamental que você tenha conseguido os executar com facilidade antes de pular para o 3. O aquecimento de dedos também exige um respeito aos limites técnicos.

Nesse exercício, alguns dedos deverão ser retirados das casas após serem tocados, diferentemente dos anteriores (por exemplo o dedo 3).

Basta que toque as casas 1, 3, 2 e 4 utilizando os respectivos dedos associados a elas. Quatro casas por corda, começando da Mizona e descendo até a Mizinha.

 

Esses exercícios irão desenvolver sua agilidade, alongamento e consciência dos dedos, permitindo que execute solos e fraseados com muito mais facilidade. Devem ser sempre praticados regularmente, sempre que for estudar o instrumento, de preferência diariamente.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu
×
×

Carrinho